Perguntas frequentes (FAQ) para os requerentes brasileiros (Português)

Se você estiver em um vôo com destino ao Brasil ou outro país e que faça uma breve conexão nos EUA, o tipo de visto correto é o C-1, Visto de Trânsito. Se você planeja visitar os EUA para uma breve viagem de negócios ou férias, o tipo de visto correto é o visto B1/B2. O visto para brasileiros é válido por 10 anos, portanto, se você estiver planejando fazer uma breve conexão nos EUA este ano, porém gostaria de tirar férias nos EUA no próximo ano, você deve solicitar o visto B1/B2, que também pode ser utilizado em conexões nos EUA.

A taxa de visto para vistos C1 or B1/B2 custa $160.00. Estes são os tipos mais comuns de vistos. Outros tipos de vistos mais especializados custam mais caro. A taxa de visto é paga online em iene Japonês, e por esta razão a taxa de câmbio em iene poderá variar.

No geral, indivíduos portadores de passaporte brasileiro, que tenham idade entre 16 e 66 anos, e estejam solicitando um visto para os EUA, deverão comparecer à entrevista. Por favor, siga as instruções em nosso website http://www.ustraveldocs.com/jp/jp-niv-visaapply.asp e faça a reserva online. Para solicitações de vistos para crianças menores de 16 anos e idosos com mais de 66 anos, gentileza verificar as instruções disponíveis no link http://www.ustraveldocs.com/jp/jp-svc-visachild.asp. Algumas solicitações de renovação de visto poderão ser feitas por correio. Por favor, dirija-se ao nosso website para informações relativas à renovação de visto por correio.

Para portador de visto C-1 ou B-1/B-2, não é necessário apresentar bilhete aéreo de retorno para o Japão. Entretanto, oficiais de imigração irão cumprir a lei de vistos dos EUA, que exige que o portador de vistos C1 ou B1/B2 possa demonstrar que irá utilizar o visto como pretendido and que tenha relações fortes com seu país de origem, incluindo a razão para deixar os EUA ao fim de sua estadia para retornar a sua residência no exterior.

Não. O período de tempo que você poderá ficar nos EUA será decidido pelo oficial de imigração no porto de entrada. Este oficial irá levar seus planos de viagem em consideração. Atrasos de vôo devido a mudanças de horário não serão considerados excesso de permanência nos EUA.